Participe!!!

sábado, junho 02, 2012

Metabolismo Acelerado

Oque é Metabolismo?

O metabolismo é o conjunto de reações fisiológicas responsáveis por manter as funções básicas, como a respiração, circulação, etc. Na prática, é a quantidade de calorias de que o corpo precisa para funcionar bem.


Metabolismo acelerado é forma de se manter magro (a).



Você já reparou que duas pessoas podem comer a mesma quantidade de alimentos e praticar os mesmos exercícios, mas ter pesos diferentes? É que cada corpo usa as calorias de forma diferente: uns, precisam de muita energia para funcionar; outros, de pouca. Agora, é hora de conhecer o seu metabolismo e aprender a usá-lo a seu favor!

Filippo Pedrinolla, endocrinologista, explica que o metabolismo é o conjunto de reações fisiológicas responsáveis por manter as funções básicas, como a respiração, circulação, etc. Na prática, é a quantidade de calorias de que o corpo precisa para funcionar bem. Quando dizemos que uma pessoa tem “metabolismo lento”, significa que seu corpo gasta menos calorias que o de alguém com um metabolismo normal ou acelerado.“E o que eu ganho com isso?”. A vantagem de ter um metabolismo mais lento é que a pessoa consegue viver com menos calorias e, por isso, não precisa comer muito. O problema é que fica também mais fácil ganhar peso, caso ela queira comer o mesmo que alguém com metabolismo normal. No caso do metabolismo acelerado, a pessoa não apenas “pode comer mais”, como precisa disso para se manter saudável. Assim, fica mais fácil emagrecer, porém também fica mais difícil manter a energia.


Calorimetria

Para saber como montar sua dieta ou sua planilha de exercícios, primeiro é preciso conhecer seu metabolismo. Recentemente, chegou ao Brasil a técnica da calorimetria, que mede de forma rápida e não-invasiva o gasto calórico de cada pessoa. Leandro Vaz, médico esportivo, nutrólogo e diretor do Golden SPA em Brasília, trouxe esse método da Espanha, e aposta que logo será adotado por muitos outros médicos no país.
O procedimento é simples: o paciente respira durante 10 a 15 minutos através de um tubo, e um aparelho irá comparar a entrada e saída do oxigênio. Em cerca de 20 minutos, o médico saberá quantas calorias foram gastas, e poderá comparar o resultado com os parâmetros ideais.
Como o exame se baseia no gasto calórico em total repouso, o paciente não pode ter freqüentado saunas, praticado exercícios físicos intensos, consumido bebidas alcoólicas ou com cafeína ou feito refeições nas horas que antecedem a consulta.

Dicas para acelerar o metabolismo:

Se, hoje, o seu metabolismo é normal, isso não significa que ele não irá mudar. Após os 45 anos,  a maioria das pessoas começa a perder massa muscular.



Conseqüentemente, como os músculos são os maiores consumidores de calorias do corpo, o metabolismo também cai. Mas não se preocupe: existem formas de elevar o metabolismo, ou simplesmente de mantê-lo em níveis normais. Pedrinolla dá as dicas:
- Musculação: a massa magra (muscular) é a principal responsável pelo gasto calórico, mesmo em repouso. Não é preciso levantar muito peso, já que a idéia aqui é apenas recuperar a massa perdida com o tempo ou manter uma proporção saudável de massa magra e gordura. Procure um professor e monte uma planilha adequada ao seu tipo físico, idade e objetivo.
- Aeróbica: exercícios aeróbicos são campeões em queimar calorias, mas as vantagens não param por aí: eles também melhoram o condicionamento cardio-pulmonar, protegendo você de uma infinidade de doenças.
- Proteínas: nunca exclua as proteínas da sua dieta! Além de essenciais para o bom funcionamento do corpo, elas aumentam a sensação de saciedade, ajudando a emagrecer. Além disso, elas ajudam a manter estáveis os níveis de insulina. O ideal é ingerir proteínas magras, como carne vermelha sem gordura, peixes, aves, grãos e laticínios desnatados.
- Moderação: não pule refeições nem corte muitas calorias de uma hora para a outra. Quando fazemos ações extremas como essas, o organismo reage diminuindo a perda calórica, para proteger o seu corpo. Ou seja, o esforço será em vão. Reduza no máximo 500 kcal por dia e procure não comer menos que 1200 kcal diárias.
- Dia-a-dia: mudar pequenos hábitos pode ser muito mais vantajoso do que você imagina. Estacione o carro mais longe (ou vá à pé), suba as escadas, ande com o cachorro, adquira um hobbie ao ar livre. Tudo para gastar algumas calorias a mais todo o dia, o que ao final do mês já terá, no mínimo, aumentado sua disposição.
- Dormir bem: em primeiro lugar, dormir muito tarde ou muito pouco estimula os petiscos à noite e desregula os horários das refeições, o que acaba com qualquer dieta! Além disso, a falta de sono também pode influenciar na liberação de hormônios que reduzem o metabolismo.




Parceria

Clique e Confira

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Viu?

Ofertas

Videos

Loading...

Conheça Essa Loja